Run away, run away, now I'll attack. . .
Ela era uma mulher que cometia erros, que ás vezes chorava em uma segunda-feira de manhã ou à noite, sozinha em sua cama. Era uma mulher que com frequência ficava entediada com a vida e tinha dificuldades para acordar para trabalhar de manhã. Era uma mulher que tinha muitos dias ruins, que se olhava no espelho e se perguntava por que não consegui simplesmente se arrastar para a academia mais vezes, era uma mulher que às vezes odiara o trabalho e questionara seus motivos para viver nesse planeta. Era uma mulher que às vezes entendia as coisas de modo errado. Por outro lado, era uma mulher com um milhão de lembranças felizes, que sabia como era viver um amor verdadeiro e que estava pronta para viver mais a vida, amar mais e criar novas lembranças. Se demorassem dez meses ou dez anos, Holly obedeceria à mensagem final de Gerry. Independentemente do que existisse mais a frente, ela sabia que podia abrir o coração e seguir o caminho pelo qual ele a levasse. Enquanto isso apenas viveria.
P.S Eu Te Amo (via d-engoso)
A sua foto tá bem escondida, mas claro que não joguei fora. É igual a você; prefiro não encontrar, mas não consigo me desfazer.
Soulstripper.    (via d-engoso)
Livros são os mais silenciosos e constantes amigos; os mais acessíveis e sábios conselheiros; e os mais pacientes professores.
Charles W. Elliot.    (via d-engoso)

É cômodo amar quanto tudo vai bem. Quando você acorda e vai tomar banho, escovar os dentes, colocar uma roupa limpa. Quando você me dá flores, prepara o café da manhã, puxa a cadeira para que eu sente ao seu lado. Quando você diz que vai me dar aquele anel que eu fiquei de olho na vitrine da joalheria, me escreve um cartão cheio de palavras e rimas bonitas, me faz um cafuné, dá um abraço longo, cheira meu cabelo e diz que tem cheiro de chá de camomila. Quando dirige com a mão na minha perna, fica me observando cantar música brega, faz carinho com o pé no meu pé antes de dormir, coloca o braço por cima da minha cintura e diz vem-mais-pra-perto. Assim todo mundo sabe amar.

Difícil é amar quando alguma coisa dá errado. Quando a casa está uma bagunça, quando as contas começam a crescer e o dinheiro diminuir, quando qualquer palavra vira ofensa, quando um silêncio se transforma em dúvida. Quando sobram palavras entaladas na garganta, quando falta um gesto que era pra ter marcado presença, quando o beijo é rápido, o olhar é vazio, o abraço é curto, as promessas falham. Quando o zíper da mala fecha e você não vai. Quando você espera por algo que nunca vem. Quando as expectativas começam a te sufocar. Quando os olhos ficam marejados ao lembrar do que podia ter acontecido, mas não aconteceu. Quando a porta bate, o tom de voz aumenta, a paciência se esgota, o humor não faz mais rir.

Clarissa Corrêa (via escreve-e-voa)

Tem poeta que vem do pó
Tem muita rima que dá nó

Tem poeta de sorriso e poeta de abraço
Tem poeta de gravata e poeta que é palhaço

Poeta quando chora é chuva
Chuva quando chove é inspiração
Pra mente do poeta que é curva
E entorta também seu coração

Tem poeta que escreve ao sentir dor
Tem aquele que escreve por escrever
E tem aquele que não escreve
Mas ele declama você.

Mariana Barcelos (via bailarinice)

theme: cerejadosundae. +
»
«